sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Azar, desgraça. Uma infeliciadade só!

Nunca tive tanto azar em minha vida como tenho tido esse ano.
No geral, posso dizer que sou uma pessoa com relativa sorte, mas definitivamente esse ano de 2007 foi cheio de surpresas desagradáveis, e azares inimagináveis. Uma zica...
Se tivesse que fazer uma lista contento todos os desprazes pelo qual passei, com certeza, chegando ao final, estaria em completa depressão, beirando ao suicídio.
Tudo o que você pode imaginar de ruim me aconteceu.
Mas o auge mesmo foi ter que me despedir do meu único e grande amor, que não sei o que ele tinha ao certo na cabeça, mas resolveu se casar!
Acho que isso não pode entrar na lista de azar, mas certamente entra nos acontecimentos encabeçados pelo titulo de desgraça.
Dor de cotovelo... Ninguém merece!
Faltam ainda uns bons dias para o termino do ano, mas eu não vejo a hora de chegar em 2008. Quem sabe minha sorte e minha vida da uma guinada. Quem sabe me tragam mais alegrias, porque tristeza acho que vai ser difícil de existir, afinal todo rol já foi preenchido.
Posso dizer que meu 2007 foi azar, desgraça. Uma infelicidade só.
E olhe, não estou exagerando. Afinal, tenho tendência a drama apenas nos meus amores!

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR