segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Nossos pais...

Enquanto éramos crianças e não entendíamos muito bem da vida, aceitávamos as mentiras e imposições de nossos pais numa boa. Também pudera, naquela época eles eram nossos heróis!
Conforme o tempo vai passando, e nós, os filhos, crescendo, descobrimos que nossos pais eram apenas uma criança que tinha permissão pra beber, dirigir e comprar. Além claro, de mentir.
Fora isso, nada de muito especial nos diferenciava, a não ser a "suposta sabedoria"!
Quando chega a idade na qual passamos a questionar toda aquela figura autoritária é sinal de que entendemos que nossos pais mentem e refletem nos filhos a frustração dos sonhos interrompidos.
Nem tudo do que eles dizem é o correto. Sábio. Ou melhor.
A primeira mentira que eles nos contam é a de que não se ama mais um filho que o outro, que o amor é igual para todos.
Claro! Quem ama a dois desgosta de um.
Todo ser humano tem uma predileção em especial para algo. Por que seria diferente em relação aos filhos?
Verdade seja dita, se nós filhos temos preferência por um ou por outro, por que eles também não iriam preferir um a outro?
A segunda mentira também é famosa. Sabe aquela de dizer que não importa o que o filho faça eles terão orgulho!? Isso mesmo, imagine a alegria do pai e da mãe que é obrigado a dizer para os amigos que o filho está desempregado! É preferível mentir. Dirão que o filho é escritor, professor, desenhista, etc., mas jamais admitirão que tem um desocupado incompetente dentro de casa!
Seria vergonha? E afinal, onde foi parar o orgulho?
E quando temos que decidir qual o curso que iremos tentar no vestibular. Eles dizem que apoiarão nossa decisão. Mas perceba o olhar que eles fazem quando animadamente você declara qual carreira seguir e eles sonhavam com outra!
É, realmente, pai e mãe são seres humanos repletos de defeitos , mas que até então não percebíamos.
Os vícios ocultos vão se revelando com o tempo e desmoronam aquela visão heróica que refletíamos neles.
Da nossa adoração surge o combate.
Essa geração passada nos transforma em guerreiros.
Empunharemos a espada nas mãos e esperançosamente brigaremos para não sermos como eles.
Juramos que não iremos mentir.
Impor .
E declarar de forma tão dogmática as frases:
-Eu sei o que é melhor pra você!
- Se você continuar nesse computador é você quem vai pagar a energia!
- Você não pode ir porque eu disse não!
E tantas outras frasezinhas que nos aborrecem e que faz parte do livreto "Os pais, manual completo"...
Atitudes que prometemos nunca repetir.
Mas ao final, o reflexo de nossos pais se fará presente no olhar do nosso filho.
"E apesar de termos feito tudo" viveremos "como nossos pais"!
Seremos essa nova geração passada.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR