sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Desaparecer

É impressionante como de uma hora pra outra tudo pode mudar, tudo pode acabar!
De repente, em apenas um instante tudo fica escuro. Tudo chega ao fim!
Um tremor. Um medo. Questionamentos. E um nada eterno. É ela que vem vindo... Ela que vem chegando. Falta respiração! E em minutos tudo volta a suas formas. A vida ressurge. Reapareço!
Foi só um susto. Uma previa do dia que ainda virá. Mas o ensaio traz pensamentos que nos faz perceber como é fácil desaparecer!
A única mudança independente de nossa vontade. A única certeza. O único momento que nos faz querer reviver tudo de novo, que nos faz desejar mais e mais.
Será que alguém notaria, notara?
Talvez essa ausência de socialização seja apenas uma forma de atenuar a insignificância que represento.
Ninguém sabe! Ninguém viu!
Ninguém nunca verá? Afinal, é muito fácil desaparecer. Sumir. Se esvair. E ninguém nota ninguém sente sua falta. E todo aquele trabalho de se fazer notar chega ao fim. Um fracasso de audiência se conclui.
Se ninguém percebe, será que faz diferença sumir ou existir?
É muito mais fácil não ser nada do que ficar com medo da escuridão que se aproximará! Medo da ausência!
Falta pouco pra eu desaparecer?
Faltará publico? Ou apenas quorum necessário?

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR