quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Que ele seja mais do que um amigo, uma transa e um adjetivo

Acredito que temos um único e grande amor!
Pelo menos comigo é assim: uma vida, um amor!
Essa minha paixão é eterna e invencível. É fato notório!
Só amo a ele e ponto.
E mesmo com minhas fracassadas tentativas te tentar esquecer essa antiga paixão e seguir em frente cheguei a conclusão de que é impossível. E portanto, sigo amando apenas a ele, mas aberta a diversas possibilidades. Afinal quem casou foi ele e não eu. Quem enterrou nossa historia foi ele, então, eu sigo a procura de qualquer coisa que me faça sentir algo novamente.

Desejo a muitos.
Fantasio com muitos.
E até já tentei engrenar um novo romance. Mas como você pode imaginar, sempre chego ao mesmo ponto, ou seja, minha máxima expressão: uma vida, um amor!
E fico com aquela impressão de infelicidade eterna.

Só que hoje, diferentemente dos outros dias, acreditei na esperança!
Reencontrei um antigo amigo. Uma delicia de rapaz e que no passado povoou meus sonhos.
Estava triste e com saudades do Brasil e dos amigo, e por sorte minha, fui uma das primeiras pessoas que ele reencontrou.
E assim entre um olhar e um abraço, surgiu aquela famosa: vamos fazer algo; vamos combinar de sair, colocar a conversa em dia... E então pra minha surpresa veio a proposta:
-Por que não fazemos algo hoje mais a noite?
Eu que não sou boba e preciso afogar minhas magoas, topei. E não me arrependo!

Não ocorreu nenhum fato sexual. Apenas dois amigos aproveitando uma noite de Dezembro calorosa. Apenas isso.
Mas durante nossa conversa me lembrei o porque ele me fascinava!
Ele tem um lance de olhar nos olhos que parece que te traga todinha e faz parecer que você é a única que existe. Uma atenção! Um homem delicioso.
E pra melhorar uma conversa interessante e prazerosa.

Se dependesse dessa noite poderia até dizer que estou apaixonada. Porém fico apenas com o adjetivo encantada, maravilhada.

Ele é fantástico. Me tira do serio e me faz perder as palavras.
A atenção que ele me dispensa me deixa excitada! E encabulada!
Se eu tivesse coragem, rasgaria toda aquela roupa e pedia que me dominasse.
Pediria sua boca, seu corpo, e por que não, sua alma.

Não seria amor, mas já seria um passo significativo pra deixar o passado de lado. Uma tentativa de mudança. Uma nova esperança pra invadir meu coração.
Gostaria que ele fosse o responsável de me trazer de volta a vida.

Enfim, espero realmente que ele seja mais do que um amigo, uma transa e um adjetivo. Que ele seja minha esperança de vida!

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR