sábado, 12 de janeiro de 2008

Eu...completamente apaixonada

Estávamos conversando na sacada. Um papo interessante, uma cerveja gelada. E eu pensando só em uma coisa!...

Era uma noite de verão. Muito quente. Pouca roupa. E a cerveja fazendo efeito.

Só fui perceber meu estado de embriagues quando você começou seu processo inquisitório e eu sem questionar nada respondi.

Que belo dialogo!

Se eu te fizer uma pergunta você me responde com sinceridade?

Claro. Sinceridade é comigo mesmo.

Risos a parte, você não hesitou nem um momento.

Se eu te beijar você se incomodaria?

Imagina, eu adoraria!

E veio o beijo... molhado, gelado, alcoolizado! Mas adorável.

Posso te fazer outra pergunta?

Preguiça de bêbado. Apenas um aceno positivo.

Há quanto tempo você gosta de mim?

Essa me pegou de surpresa lá no fundo. Há tempo suficiente pra já ser doloroso demais. ( bêbado fala demais)

Mais um beijo, mas dessa vez diferente. Tinha paixão.

Respirei fundo, olhei pra você e:

Qual a razão disso agora?!

Adoro quando você franzi a testa!
Vamos sábado no cinema?

Você não me respondeu! O que deu em você hoje.

Por que, não gostou?

Gostei, mas e amanhã, como vai ser... Você ainda vai se lembrar?

Eu vou, só preciso saber se você quer que eu me lembre. Ou se você vai ficar com vergonha?

A noite só podia terminar de uma maneira, muito beijo e o resto da cerveja.

Ele me acompanhou até em casa, de mãos dadas mas em completo silencio.

E no outro dia...

Oi!

Oi!

Dois bobos, completamente sem graça com tudo que aconteceu. Arrependimento, nenhum da minha parte.

A vida abria-se em infinitas possibilidades. E eu completamente apaixonada.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR