quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Na tua ausência

Na tua ausência eu cometo loucuras.

Faço coisas das quais me arrependo.

Permito que pessoas me maltratem e me julguem. Permito-me sentir inútil, lixo, me menosprezo não me respeito.

Faço pouco de mim e permito que façam o mesmo. Não tenho auto-estima. Sinto vergonha na maioria das vezes. Me envergonho das coisas que faço.

Sou um lixo na sua ausência.

Sou incapaz de amar e por isso passeio por camas que um dia jurei não freqüentar.

Quando você não está do meu lado não sinto a vida. Eu sinto dor.

Como posso te explicar o que sou na sua ausência? Se ao menos você fosse capaz de ver o no que me transformo quando você parte, você não partiria.

Na verdade, você teria vergonha, nojo, horror do que sou, do que me transformo, na sua ausência!

E se você me perguntasse o porquê sou isso... eu não teria respostas que pudesse lhe dar. Nem eu sei porquê só me valorizo quando estou com você! Talvez você seja a única pessoa capaz de me fazer sentir um pouco de vida! Talvez seja a sua presença que me invade com vida. Com amor.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR