segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Fazer Comparações

É inevitável fazer comparações.

Deve ser um requisito intrínseco de nossa personalidade.

As pessoas que conheço estão sempre buscando parâmetros e comparando.

Comparando a vida, os romances, os amores, as oportunidades, o tempo, enfim, tudo que pode ser medido, qualificado, é sujeito a comparações.

Com a mesma urgência que comparamos lançamos o olhar para o passado, e o objeto de comparação torna-se a melhor coisa que já nos aconteceu, a melhor lembrança, o momento incomparável! Como se o antigo sempre vencesse o atual.

É o passado tornando-se tão melhor que o presente!

A única verdade é que era melhor porque já acabou, porque tudo já se resolveu. A dor já foi diminuída.

Mesmo assim, mesmo sabendo a razão, é inevitável comparar tudo o que é novo com alguma coisa velha.

É essa a medida que faz a vida funcionar. Uma tentativa de restabelecer aquela antiga e passageira alegria fútil!

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR