sexta-feira, 14 de março de 2008

Naquela noite

Naquela noite tudo parecia ter um gosto diferente.

Flutuando em êxtase o menino segurava as mãos da menina.

Buscava em seus olhos aquela frase dos apaixonados.

A magia da neblina e a escuridão emolduravam aquele romance regado a beijo de novela.

O inverno de junho tornava a cena mais romântica. Perfeita.

Os lábios em sincronia.

Os olhares assumindo as palavras.

E as sensações cresciam, cresciam, e matavam de inveja quem assistia de longe.

O menino e a menina namoravam como se a vida fosse só feita daquela historia de amor.

Como se aquele dia fosse o ultimo de suas vidas.

O menino e a menina sabiam que naquela noite despediam-se daquele desejo. Sabiam que a cumplicidade caminhava para o fim. Que o desejo estava fadado a desaparecer.

O menino e a menina sabiam que pela manhã o mostro da separação assumiria o controle daquelas vidas. E guiaria ao precipício aquela historia de amor.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR