quarta-feira, 2 de abril de 2008

Mais uma lembrança

Vivi um único amor.

Me mantive fiel a apenas um homem.

Mas experimentei muitas paixões, muitas bocas, muitos corpos.

E toda essa experiência perde o sentido quando reencontro aquele corpo que arranca das minhas entranhas o eu te amo.

Quando nossos corpos se unem toda a emoção do primeiro encontro renasce. E nesse instante nada é capaz de atrapalhar nosso êxtase. Nem o ciúme consegue destruir a nossa felicidade.

É apenas por alguns instantes que nos é permitido viver o que sonhamos.

Pela manhã nossos corpos já não se reconhecem. Nossa dança perde a cadencia. E as palavras assumem a forma de armas.

Só nos resta mais uma lembrança e cacos espalhados no chão.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR