terça-feira, 22 de abril de 2008

Não posso!

A pegou pela cintura.

Aproximou o corpo até que formasse um.

Percorreu a linha do pescoço dela com as pontas do dedo.

Fungou aquele perfume e se perdeu nos cabelos loiros dela.

Beijou-lhe o colo e mordiscou a orelha.

A fez arrepiar. A fez fechar os olhos.

A fez ficar paralisada.

Conduziu-a na dança da sedução.

E apos esperar que ela implorasse pelo corpo serviu sua boca calorosamente.

No instante que encontraram o ritmo perfeito, ele paralisou as atividades.

Afastou aquele corpo da pele dele.

E olhando nos olhos dela jorrou gemendo duas palavras incompreensíveis ao momento:

-Não posso!

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR