quarta-feira, 2 de abril de 2008

Não sei

Não sei como fingir insignificância.
Não sei manter o fôlego durante a ausência.
Não sei esquecer o gosto mesmo sabendo da proibição.
Não sei sorrir a falsidade da emoção.
Não sei esconder a necessidade da pressa em visualizar sua pele.
Não sei esquecer aquela emoção.
Não sei manter a calma que me pediu.
Não sei esperar aquelas palavras juradas de outra vida.
Não sei encarar os olhos em outro personagem.
Não sei manter a verdade se está se tornou a mentira mais escandalosa que já contei.
Não sei como negar o eu te amo que me explode no peito.
Não sei como crer que realmente reescreveram outra historia.

Apenas sei a falta de ar, o pânico, a tristeza que venho experimentando durante a penitencia de não dizer seu nome.

Um comentário:

  1. Olha isso http://luizinhomonstro.blogspot.com/2010/08/nao-sei-outra-do-hospicio.html
    Tem mais seu lá. Muito.

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR