quinta-feira, 3 de abril de 2008

O valor da nossa amizade

Quando você precisou, eu estava aqui.

Quando na madrugada a dor nasceu no seu peito, eu estava aqui.

Quando te disseram palavras que te jogaram ao chão e encerraram sua moral, eu estava aqui.

Quando precisou de palavras exatas, palavras perfeitas, as únicas capazes de te dar conforto, eu estava aqui e sabia dizê-las a você.

Eu sempre estive lá.

Eu sempre tive tempo.

Eu sempre soube o que dizer.

Bastava que você precisasse e eu estava lá.

Bastava saber da sua necessidade que eu estava lá.

Mas quando eu precisei, apenas escutei: que é isso, está de TPM?! Por que está nervosinha?

Ai sim, entendi o que era esperar demais das pessoas.

Entendi que subestimei um coração gelado.

Entendi que esperei demais das amizades.

E aprendi a não contar sempre com pessoas que auto intitulam nossos melhores amigos.

Quando eu penso que já recebi rasteira suficiente, percebo que ainda é cedo para abaixar a guarda.

Quando eu penso no valor da nossa amizade me dá uma raiva ao saber da minha ingenuidade.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR