segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Nem um tiquinho

Nunca imaginei que sua boca fosse capaz de me negar algo tão importante.
Me negou o afeto, o conforto, a complacência. Nem um tiquinho de amor fraternal foi capaz de fornecer.
Era tão pouco. Era tão fácil me amparar.
Não eram necessárias nem palavras, bastava que me cedesse cinco minutos, bastava que me ouvisse, bastava um olhar. Apenas isso! Mas isso é muito quando se mostra o lado viciado da humanidade. Sobrepôs a correria do dia a dia à amizade.
E na manhã seguinte me pediu o afeto, e eu te dei, mesmo sabendo que você continuará me decepcionando.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR