domingo, 2 de novembro de 2008

Falta de autenticidade

A proximidade à sua pessoa me conduziu ao inevitável: a decepção. De perto você é tão tradicional, tão normal. E foi essa normalidade que destruiu minha fantasia. A rotina dos seus gestos, a sua fala roteirizada, o ensaio eterno para a dança...tudo tão planejado! 
É a convivência que mata. Mata a surpresa, o inesperado, a adoração à personalidade. Conhecer a sua falta de impulso, a  ausência da coragem em rasgar os planos e improvisar, foi a decretação do fim.
Sempre me canso de pessoas que são apenas mais um rosto entre a multidão, que nunca se destacam, que apenas procuram se igualar e atingir o patamar da normalidade. Que precisam de metas para alcançar o futuro, que precisam de receituário. 
Isso me cansa, me aborrece. E me cansei de você, simplesmente porque falta autenticidade. Porque lhe basta seguir os mesmos passos diariamente.

3 comentários:

  1. Perfeita declaração do direto humano à sobrevivência rs.

    ResponderExcluir
  2. Moça, não sei se aceita presentes blogueiros mas deixei um pra você lá.

    ResponderExcluir
  3. gostaria de conversar com vc moça:

    silentmoebius@hotmail.com

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR