segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Na minha ilha

Pouco tempo. Muita leitura. Muito desanimo. Pouco descanso. Mas mesmo assim eu gosto.
A faculdade tem me proporcionado algumas reflexões. Muitas! Porem pensar tem me conduzido para uma vontade enorme de viver em uma ilha, isolada, eu e mais nada. 
Estressei com as pessoas. Falta bom senso! Falta respeito! Faltam pessoas que sejam de verdade!
Estressei com os orientadores que agora pressionam, pressionam e ao final dizem: você percebeu que sobrou duas folhas para serem preenchidas! OK, percebi, mas faltou tempo, e desde quando quantidade suplanta qualidade? Pensei, mas não disse. 
Não entenda mal, gosto do que estou fazendo, no entanto há momentos que bate o desanimo mesmo. Fico sentindo que por mais que eu faça, por mais que me esforce, nada é o bastante. E isso desestimula. Me  trazem questionamentos, reflexões, e a pergunta: mas vai valer a pena? 
Vem as tristezas, as incertezas...que inevitavelmente passam. Mas antes vem a vontade de viver na ilha. Sozinha. Naquela pausa onde consigo perceber minhas reais necessidade, perceber a minha vida.
Seria bom recuperar o folego para depois voltar para a rotina mundana que me cobra pelo relógio, pelas notas, pela eficiência do trabalho. Seria bom um descanso na ilha.

2 comentários:

  1. Deveria ter dito tudo que pensou.

    Momentos difíceis? Uma pena...

    Sabe que não terá uma ilha pra vc curar as dores, não? Por isso mesmo lhe desejo força.

    Beijos moça :)

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente, Marcio, sei que não será possível repousar nessa ilha. Mas eu quase disse tudo que pensei.
    Valeu pela força.

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR