domingo, 28 de junho de 2009

No tarô

Das coisas mais improváveis da minha vida não está o fato de te amar perdida e indefinidamente. O mais improvável foi saber da enormidade desse amor antes mesmo de você surgir. Te descobri no tarô. Meu destino revelado em uma carta. Amar enlouquecidamente você. Você, o sujeito improvável que sempre rouba meu fôlego, e que me fez louca por crer no irracional.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR