domingo, 8 de novembro de 2009

A minha história

Não, você não pode me julgar. Você fica sentado ai, matutando nessa sua cabeça o que levou essa mulher a agir em um instante de fúria. Você não pode me julgar. Você não tem esse direito! Pra você sou só mais uma tola, uma boba, que se deixou enganar. Mas não é bem assim. Se você conhecesse toda a historia... Que ingenuidade a minha! Você conhece a historia, não é mesmo?! Mas é a historia do seu ponto de vista, e sinto em te dizer que esse seu ponto de vista é muito cego! Vou te apresentar o meu ponto de vista, aquele que tem o meu enredo da nossa historia. Você precisa conhecer meus sentimentos, e é isso que vou te dar nas próximas horas. Tenha paciência, e depois você vai poder me julgar. Só assim te darei esse direito. Mas antes de te contar a minha, veja bem, a minha historia, com as minhas emoções, a minha perspectiva, me deixa limpar o sangue dessa sua cabeça asquerosa, que daqui a pouco você suja o chão.

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR