segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

No meu imaginario

Ah se eu pudesse decifrar seus segredos invioláveis... Eu quero decifra-los. É uma necessidade urgente. Eu encaro seus olhos e penso se, talvez o meu imaginário coincidisse com a realidade, tudo se resolveria, e eu seria feliz. Pena que minha consciência me induz a acreditar que eu teria uma felicidade tingida de fantasia.

2 comentários:

  1. E você tem toda razão... quanto mais o tempo passa, mais entendo o valor do contraponto.

    ResponderExcluir
  2. Concordo. Quanto mais imagino que tudo se resolverá, mais confusa minha mente se torna. Quero sempre ter a certeza de que as coisas se amenizarão e essa dor cessará em mim. Mas ao mesmo tempo, vejo que nao passa de uma mera ilusão. Tudo poderia ser perfeito, se essa ''perfeição'' nao fosse de um caráter utópico.

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR