sábado, 26 de junho de 2010

Meu fingir

O que se passa comigo e com os olhos negros ainda não está definido. Ainda são apenas olhares. Reconhecimento. E puro charme. Eu mais observo do que invisto. Espero. Aguardo. Analiso. E finjo, finjo que não percebo os olhares e as insinuações. Finjo que sou a caça.

Continue lendo >>

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Provisoriamente

Blindei meu coração. Descartei aquelas emoções que atiçavam as borboletas. Pelo menos, por tempo indeterminado, prefiro silencia-lo.

Continue lendo >>

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Sempre assim.

Só. Livre. Sem compromisso. Sempre uma corrida com metragem precisa. Sempre com prazo de validade gritando na minha cara que vai expirar. Inevitável. Cobranças me aborrecem e sempre chegam, e isso me conduz ao fatídico "melhor terminar". Fim ou recomeço. Sempre volto ao momento Só. 

Continue lendo >>

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR