segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Mas será que sabem o que é o tal do plagio!

Quando iniciei esse meu hospício nunca imaginei que teria algum leitor, ou algum louco que se identificasse com meu caos mental, ou ainda que se fizessem presentes aqui. No entanto, vocês apareceram e para minha surpresa, comentaram, se preocuparam, etc. E eu fiquei feliz! De verdade, embora não lhes retorne ou mantenha algum feedback, mas enfim (outro dia me explico)... o fato é que vocês vieram.
Mas também, quando iniciei isso aqui, jamais imaginei que alguém pudesse copiar essa minhas palavras desarrumadas e lhes tomassem como sua. 
Só que, quem disse que doido pensa, né? 
E agora tenho outra surpresa! Foi isso que aconteceu: me tomaram as minhas palavras! E o que eu penso é: Porra, todo mundo tem sua doideira, usa a sua e dá sentido no seu caos!

Continue lendo >>

domingo, 21 de novembro de 2010

Identificação

Minha total identificação para com quem se fez quebrado, inacabado, imperfeito. 
Completo reconhecimento e aceitação. 

Continue lendo >>

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Patético

Olhar a folha em branco e temer. 
Desespero ao perceber que as horas se foram e a folha permanece vazia. 
Ela faz troça da minha cara, perturba, e ameaça.
A ansiedade cresce. E nada das letras surgirem.
Eles acreditam que eu posso, que eu consigo, mas na verdade, quando encaro o branco tenho consciência de que meu máximo não é suficiente. Eles podem, eu, não. O tal do meu potencial  é medriocre demais para ousar estar entre eles.

Continue lendo >>

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Nas despedidas

Nossa despedida sempre é acompanhada de ansiedade. 
O tempo para na ausência e corre na presença.

Acordei com o seu gosto
E a lembrança do seu rosto
Porque você se fez tão linda
Mas agora você vai embora
Quanto tempo será que demora
                              Um mês pra passar                                    (Biquíni Cavadão)

Continue lendo >>

sábado, 13 de novembro de 2010

Agora

Já não me basta ensaiar. Esperar até o dia da estreia. Quero arriscar o improviso da vida real. E se você, meu par, teme essa experimentação, já não posso mais te esperar.

Continue lendo >>

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Das diferenças

Algumas mudanças fizeram com que eu saísse da minha zona de conforto. Muitas reflexões foram desencadeadas, muitas argumentações surgiram. E foi bom! Mas confesso que sinto falta, algumas vezes, de ter pessoas ao meu lado que creem como eu, ou seja, que a diferença deve ser respeitada e valorizada, e que o inimigo não é aquele que opta por um "estilo de vida" diverso do seu. 

Continue lendo >>

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR