sexta-feira, 18 de março de 2011

Dos preconceitos

Já contei que saí da minha zona de conforto. E sair da minha área implicou em transformações significativas, tanto quanto as minhas compreensões, quanto as novas reflexões e ressignificações. 
E claro, permanecer fora do meu perímetro de pensamento, faz com que, em alguns momentos, acredite que nunca, nunca, irei entender o comportamento humano.
Hoje foi um desses dias, no qual vivenciei a crença, ou melhor, descrença na humanidade. Quer dizer, o que veio arrastando-se desde o começo da semana culminou no dia de hoje, com a expressão máxima da construção de esteriótipos preconceituosos, e que trazem consigo a minha cara de incompreensão absoluta do porquê de tanta ignorância. 
Eu, realmente, não consigo entender o porquê disso tudo. O porquê de odiar tanto!

 

2 comentários:

  1. eu sempre leio suas postagens e penso: nossa eu poderia ter escrito isso, ou eu penso isso também, ou alguém entrou na minha cabeça e eu não percebi...

    Sempre louca(o), sem verdadeira(o).

    To sempre lendo, mas 90% do tempo a preguiça me domina e eu não comento! :P

    Bom domingo
    Ya

    ResponderExcluir
  2. YaCastro,

    As vezes tenho essa mesma sensação com suas postagens e de tantos outros amigos que por aqui passam. Entendo essa preguiça dos comentários, no meu caso, a razão é a ausência de tempo mesmo.

    Abraços.

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR