segunda-feira, 25 de julho de 2011

Despedida

O coração já compassa no seu ritmo. 
A respiração se mantém continua mesmo que seu nome seja dito.
A pele não se arrepia mais com o toque.
E as borboletas hibernam. Esperam. Anseiam. Mas não por você.
E sabe o amor? Aquele que guardei por anos? Enfim, ele se despede do meu coração. Sobrevive apenas o afeto. 

Um comentário:

  1. caramba... quanto tempo que eu não passava por aqui... beijos !!!

    ResponderExcluir

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR